Loading...
Design e Futebol, façam o mundo ainda melhor!

Design e Futebol, façam o mundo ainda melhor!

O que mais poderia parar o mundo se não o futebol? Aqui na LATINA pensamos a comunicação de marcas para aproveitar o ritmo de Copa do Mundo. Por isso, voltamos a nossa atenção para pensar as relações entre design, futebol e as nossas vidas. E tem alguma coisa a ver?

É claro que tem! Em primeiro lugar, cremos que o design faz a nossa vida melhor, assim como os esportes. Para nós da LATINA, o design trabalha a forma e a função das coisas, gerando diferencial e criando soluções estéticas para o nosso dia a dia. De forma resumida, Roman Mars explica que design serve basicamente para “fazer a vida melhor e proporcionar alegria”.

Em segundo lugar, não apenas a Copa do Mundo, mas os megaeventos têm potencial para engajar pessoas e causas. Lembre dos Panteras Negras nas olimpíadas de Berlim, ou do recente cancelamento do amistoso entre Israel e Argentina. Esportes não são sinônimo de guerra, mas podem ser usados para fazer política e refletir a respeito de situações como racismo, homofobia, xenofobia, etc.

Já deu para perceber que o design e a comunicação estão sempre presentes em nossas vidas. Não é? No caso do futebol, eles estão presentes da várzea até os megaeventos esportivos. Nos escudos dos times, nos uniformes, bandeiras, bolas, estádios, banners, panfletos, e até na taça. Em tudo isso há design e comunicação.

O sucesso da camisa da Nigéria, o caos causado pela Jabulani na África do Sul, o belíssimo Estádio Nacional de Pequim (Estádio Nacional Ninho de Pássaro). Nesses casos e em tantos outros vemos o design fazendo a diferença, e muitas vezes nem paramos para pensar nisso.

 

O design de bandeiras

Roman Mars, em sua palestra no TED Talk chamou atenção ao adotar um tom nada convencional para a sua palestra. Sentado à mesa, como se estivesse apresentando um programa de rádio, Roman falou, basicamente, sobre bandeiras. E design!

Mars tomou como base o livro Good Flag, Bad Flag de Ted Kaye explorando cinco regrinhas básicas para um bom design de bandeiras, sendo elas:

– Faça algo simples. uma bandeira deve ser simples a ponto de crianças conseguirem desenhá-la consultando apenas suas memórias;

– Use símbolos que tenham algum significado. imagens, cores ou padrões da bandeira devem ter relações com aquilo que ela simboliza;

– Use 2 ou 3 cores básicas. limite o número de cores de uma bandeira; elas devem ter um bom contraste e possuir um padrão de cores;

– Sem frases ou selos. nunca use textos ou selos de organizações; você não consegue identificar e ler essas informações à distância;

– Crie algo diferente ou que possua relações com algo. evite copiar outras bandeiras, mas aproveite algumas características para criar conexões desejadas.

Amparados nessas cinco regras, se olhamos para a bandeira do Brasil, veremos que ela quebra algumas delas, como a número 2 e 3. Mas isso não quer dizer que ela seja uma bandeira ruim, mesmo caso de algumas outras bandeiras míticas. O que você acha?

Em linhas gerais, bandeiras servem para expressar o nosso senso patriótico, elas envolvem um discurso cívico de pertencimento. Bandeiras descrevem quem a nossa comunidade é, elas criam conexão. Mas além disso, uma  bandeira bem projetada pode tornar campanhas turísticas mais efetivas, e o lugar que ela representa passa a ser mais desejado pelos turistas.

O design é simples assim

Sim, a nossa vida pode ser mais simples. E bonita também. Como frisou Mars, ao invés de olhar para as coisas ruins da vida, poderíamos olhar para os pequenas coisas geniais que o design cria. Analisar bandeiras pode nos divertir. Este site, por exemplo, ranqueou as 205 melhores bandeiras do mundo e este analisou as piores.

Por que você não tenta?

Acredite, coisas simples assim fazem as nossas vidas melhores. Quando olhamos para o mundo com a ótica do design, ele se torna um lugar fantástico.

Até entendemos que talvez você não esteja tão empolgado com a Copa do Mundo na Rússia, como a maioria dos brasileiros. Mas, isso não é motivo para você não aproveitar aquelas pausas para buscar o design nos jogos.

As ruas não estão pintadas, o povo anda meio descrente com a canarinha, mas quer saber? Nós da LATINA vamos usar a copa para aprender com o design das camisas, estádios, bandeiras, e até daquelas jogadas que mais parecem pinturas feitas pelos nossos jogadores.

E aí, você se importa com bandeiras? Qual a sua preferida? Por quê? Conte para nós, ¡Habla!

MARCAS DE GOVERNO: NATION BRANDING

MARCAS DE GOVERNO: NATION BRANDING

Inspiración

 23 novembro, 2018

CRIATIVIDADE É PARA TODXS?

CRIATIVIDADE É PARA TODXS?

Inspiración

 30 outubro, 2018

O NOSSO MANIFESTO

O NOSSO MANIFESTO

Inspiración

 05 outubro, 2018

MARCAS QUE SE REINVENTARAM: DESIGN E INOVAÇÃO!

MARCAS QUE SE REINVENTARAM: DESIGN E INOVAÇÃO!

Serviços

 21 setembro, 2018

O DESIGN DAS COISAS… QUE COISAS?

O DESIGN DAS COISAS… QUE COISAS?

Inspiración

 31 agosto, 2018

BRANDING E LINGUAGEM VERBAL DE MARCA?

BRANDING E LINGUAGEM VERBAL DE MARCA?

Produto

 10 agosto, 2018


Comentários

Nossa que maravilha de matéria. Fique feliz em obter essas informações preciosas. Vou me inscrever nesse site e aguardar cada postagem com ansiedade. Grata!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+55 (41) 98849.1191    +55 (41) 3122.2267

habla@latinacion.com.br

Close